Livros | Momento Beaute

Arquivos de Categoria: Livros

03 jan
2013

Sem Deixar Rastros .:. Harlan Coben

Li o livro Sem Deixar Rastros, de Harlan Coben, no ano passado e pra ser mais precisa, devorei! Fiquei tão curiosa para saber o desfecho e acada página que lia, minha curiosidade só aumentava.

O livro conta a história de um astro da NBA que desapareceu misteriosamente e muitos indícios e suspeitas começam a surgir, tornando o caso cada vez mais preocupante. O dirigente dos Dragons de Nova Jersey contrata Myron Bolitar para fazer uma investigação e o detalhe interessante é que Myron já foi um astro do time de basquete e por um acidente acabou precisando parar de jogar.

Como a investigação é sigilosa e a imprensa ainda não sabe do desaparecimento do jogador Greg, Bolitar acaba voltando as quadras, para despistar a mídia e se infiltrar dentre os jogadores, que podem saber mais informações, e por isso, revive momentos dolorosos e difíceis.

As descobertas de Myron tornam o caso cada vez mais sombrio e cheio de reviravoltas, e em determinados momentos ele se torna a peça chave. Enfrentando cadáveres, chantagistas e mafiosos, ele acaba descobrindo algo que poderá mudar tudo em sua própria história!

Se eu tivesse que dar uma nota de 0 a 10, daria dez! A história é muito boa, super envolvente, o tipo da leitura que te faz desligar do mundo. AMEI!

Alguém aí já leu?

Veja Também:

17 dez
2012

Juízo Final Sidney Sheldon

Li meu primeiro livro do Sidney Sheldon durante a adolescência e logo me apaixonei, pois a forma como ele desenvolve a história é simplesmente incrível, te prende a atenção e bate desespero para terminar de ler logo e saber o final.

Juízo Final conta a história de um oficial da marinha americana, chamado Robert Bellamy, em sua última missão secreta. A Agência de Segurança Nacional o contrata para localizar as testemunhas da queda de um balão meterológico com informações militates sigilosas. O detalhe é que logo no início da investigação ele começa a perceber que o acontecimento não foi exatamente o que seus superiores lhe passaram e, o objetivo da missão não tem nada a ver com o que ele havia entendido.

No decorrer da história muita coisa acontece e ele vai percebendo que se meteu em uma tremenda enrascada e acaba se tornando inimigo do governo, além de correr risco de vida.

Sem poder contar com ninguém de verdadeira confiança, Bellamy precisa usar toda sua experiência profissional para sair vivo desta missão.

O final é bem legal também e posso resumir o livro em uma palavra: incrível! Vale a pena ler, aliás, qualquer livro do Sidney Sheldon é bom demais.

E vocês, já conhecem esse autor?

Veja Também:

06 dez
2012

A Cabana William P. Young

Já vi muita propaganda sobre esse livro, que por sinal é um sucesso de vendas em vários países. É a história de uma família americana que vai acampar em um feriado nacional e a filha caçula é raptada.

No decorrer do livro, Paul conta que teve uma experiência diferente e pode ver e falar com Deus. O detalhe é que tudo isso é baseado em fatos reais!

Os primeiros capítulos são de uma história como em qualquer outro livro, super interessante, prende sua atenção, até mesmo pelos detalhes de tudo que aconteceu com Missy, a caçula sequestrada. Depois entra nos momentos em que Paul encontra-se com Deus, Jesus e o Espírito Santo. A partir daí ele conta em detalhes sobre essa experiência.

É um livro muito interessante e depois de tudo que li, confesso que parei para reavaliar minha fé e minhas crenças. Muita coisa faz sentido e até acredito que seja verdade. Algumas outras, achei fantasiosas demais, mas como ter certeza que é mentira, já que estamos falando sobre algo que não conhecemos?

Acho que é um livro bem bacana, principalmente na época em que vivemos, onde todo mundo corre pra igreja, mas ninguém tem fé, nem amor ao próximo, nem generosidade, nem nada!

Recomendo a leitura, mas já aviso, é preciso ter vontade de ler, pois nos capítulos onde Paul conta sua experiência, a história fica um pouco cansativa. Já estou começando a ler o segundo, “De volta a cabana”.

Alguém já leu?

Veja Também:

27 nov
2012

Tempo é dinheiro Lionel Shriver

Quando bati o olho nesse livro, rolou toda uma paixão a primeira vista. Não sei explicar o porque, mas fiquei com muita vontade de ler. Ainda não conhecia essa autora, mas tive a certeza de que era uma história incrível.

Vou copiar uma parte da contracapa: “Shep Knacker sempre economizou para a “outra vida”: um retiro idílico no Terceiro Mundo, onde um modesto pé-de-meia poderia durar para sempre. Os engarrafamentos de Nova York seriam substituídos por tempo para ‘falar, pensar, ver e ser’ – e por horas de sono suficientes. Quando ele vende sua empresa de consertos domésticos por um milhão de dólares, parece que seu sonho finalmente será realizado. Ainda que Glynis, com quem é casado ha vinte e seis anos, sempre arrume desculpas e diga que nunca é o momento certo para partirem.

Cansado de trabalhar como um peão para o idiota que comprou sua companhia, Shep anuncia que está de mudança para uma ilha na Tanzânia, com ou sem a esposa. Recém-chegada de uma consulta médica, Glynis também tem um anúncio a fazer: Shep não pode ir a lugar algum. Ela está doente e precisa desesperadamente de seu plano de saúde. Mas o convênio cobre apenas parte das despesas incrivelmente altas do tratamento, e o pé-de-meia de Shep para a Outra Vida parece se desfazer a cada dia“.

Como mostra o resumo, o foco principal da história é o casal Shep e Glynis, que tem dois filhos, mas o tempo todo aparece um outro casal de amigos, que tem duas filhas. É engraçado porque no desenrolar da história é tudo tão real. Sabe coisas do cotidiano, que acabam acontecendo a quase todos!? A relação dos casais, muito parecida com as relações reais.

Sem contar o comportamento da família e amigos, durante o tratamento de Glynis. É tudo muito real! É interessante observar também, como muitos de nós fazemos com os nos sonhos, nossas idealizações de vida: acabamos deixando de lado sem grandes motivos, nos acomodamos!

E quem disse que dá para parar de ler? São 459 páginas e levei pouco mais de uma semana para devorar. É uma leitura agradável, desperta a curiosidade, muito bacana! E o final é triste e ao mesmo tempo oferece alívio.

Resumindo: recomendo muito para quem gosta de boas histórias, sem muito drama ou fantasia, histórias reais! Já quero outros livros de Lionel, ela é incrível!

Alguém já leu?

Veja Também: